O que é Infoproduto?

No cenário atual, diversas empresas e pessoas começaram a perceber de forma mais analítica a quantidade massiva de novos milionários da era digital e muitas se perguntam como isso é possível e como criam patrimônios intangíveis apenas com infoprodutos?

Mas o que é um infoproduto?

Lá no mês de maio, escrevi um texto sobre o Inbound Marketing, onde apresento o conceito dos conteúdos de valor que atraem clientes para marcas e produtos, baseados na entrega de informações relevantes, conduzindo o cliente à oportunidade de fechar negócio com os “autores” dos artigos.

Entretanto quero salientar que era apenas a ponta do iceberg.

Infoproduto

Todo e qualquer conhecimento de valor, que pode mudar a vida das pessoas, pode ser tratado como um infoproduto.

Imaginemos a seguinte situação: Fabiana é confeiteira e descobre ou cria uma receita de brigadeiro gourmet que é simples de ser feito mas que tem muita procura. Ela pode estruturar esse conhecimento e comercializar o ensino da técnica, agregando novos conhecimentos que facilitarão a vida de outros confeiteiros.

Vinícius é tatuador e decide ministrar um curso EAD sobre pontilhismo, isso é um infoproduto. Simples assim

Para tanto, é necessário que algumas regras básicas sejam seguidas.

No marketing, o conceito base de tudo é: Se você tem algum produto, que atenda determinada demanda, este pode ser comercializado, certo?

Mas como determinar valores, público ou estratégia para comercializar isso?

Partamos do princípio de qualquer processo de venda. Você precisa entender à quem vai falar, onde vai falar e como. Por isso neste momento, as Personas são muito importante, pois determinarão toda a sua estratégia.

Um fato que deve ser considerado no momento em que se decide ser um infoprodutor (aquele que oferece um produto digital) é quanto pretende investir de tempo, recursos e capital para o seu sucesso.

Não basta apenas uma boa idéia, sem estratégia ela só continuará sendo uma idéia e a execução dela requer plano de ação, ou seja uma estratégia bem estruturada que atenda a demanda existente e colocar em prática.

Resumindo, desde que haja uma demanda existente (muitas vezes não precisa ter dados que apontem esta demanda, mas ela existe e precisa ser explorada), qualquer propriedade intelectual, conhecimento técnico ou um facilitador de processos que ajudarão outras pessoas na execução das suas atividades, pode ser um infoproduto.

Plano de ação

Para iniciar qualquer estratégia, é necessário que se tenha de forma visual (roadmap) todo e qualquer passo que você precisará tomar para atingir determinado objetivo, no caso o lançamento do seu produto digital.

Vou enumerar os passos básicos para isso, mas lembro que para cada caso é um caso. Dependendo de cada produto, passos extras ou pular etapas sejam necessários.

  1. Desenhe seu infoproduto: Escreva todas as qualidade e benefícios que seu produto têm e como isso mudará a vida das pessoas que tiverem acesso á ele.

  2. Conheça a demanda: Analise, pesquise possíveis concorrentes, compreenda o cenário que você está inserido e como há carência do seu conhecimento e como você tornará acessível o seu produto de forma que atenda às necessidades. Aqui vale ressaltar que muitas das vezes, pode-se criar a necessidade de determinado produto, mas isso é um assunto muito mais abrangente e sairá do foco em questão

  3. Como falar às pessoas sobre seu produto: Após você entender os primeiros dois passos, é hora de analisar o perfil das pessoas que têm ou terão interesse no seu produto e então, cria-se as Personas do seu negócio. Com estas informações, você determinará quais os melhores veículos de atuação (Instagram, Facebook, Twitter, LinkedIn, Youtube, etc).

  4. A Jornada: Você já estruturou todo seu infoproduto, já sabe que há uma demanda e quem é o seu público. Sabe também que ele está usando duas redes sociais, mas e agora? Nesse momento é onde você fará a estrutura de jornada do seu cliente. Você precisará de uma página para contar às pessoas quem você é e porque está disponibilizando este conteúdo. Este momento é crucial que você tenha um bom copywriter que saberá exatamente como utilizar a linguagem da persuasão para o convencimento e estruturação textual seguindo os princípios básicos de venda. Além disso é preciso entender que o consumidor terá algumas etapas até a compra e como abordar o cliente em cada uma das etapas, por isso invista em um bom planner, caso você não tenha o conhecimento adequado para estruturar isso.

5. Divulgação: Neste momento a campanha começa a dar seu show, entretanto ela requer um profissional com expertise em tráfego, ou seja, aquele profissional que fará com que sua mensagem chegue com a maior assertividade possível ao seu público e que consiga mensurar e metrificar os comportamentos do seu possível cliente dentro do seu site à ponto de resgatá-lo caso ele se perca no caminho.

Em outras palavras, o que quero explicitar é que o infoproduto é um motorista, o copywriter é o carro, o planner o GPS, o designer é o cara que deixará o carro mais lindo e o tráfego é a rodovia que levará o seu produto até seu cliente.

Tudo deve estar interligado e comprometido com o objetivo.

Espero ter ajudado e te incentivado. O processo parece complicado porém é mais simples no momento de executar. Se tiver alguma crítica, sugestão ou elogio, deixe seu comentário.

#designer #trafegoorganico #trafego #estrategista #oquefazumcopywriter #inforproduto #trafegopago #copy #planner #copywriter #infoprodutor

0 visualização
 

Receba atualizações

©2020 por Eduardo Domit Copywriter. Todos os Direitos Reservados

Eduardo Domit Copywriter Profissional
CNPJ: 37.942.152/0001-13

Rua Carlos de Laet - Curitiba - PR Brasil